Porque As Crianças Mordem? Deixe um comentário

Entendendo Sobre a Psicossexualidade

Antes de falar sobre as mordidas, preciso ressaltar que a criança está em constante desenvolvimento PSICOSSEXUAL, segundo a teoria de Freud, ou seja, estão se desenvolvendo tanto o seu psiquismo como também conhecendo o próprio corpo e suas funções. Este desenvolvimento passa por 5 fases comuns a todas as crianças SENDO: FASE ORAL, FASE ANAL, FASE FÁLICA, PERÍODO DE LATÊNCIA E FASE GENITAL.

A fase em questão é justamente a primeira fase do ciclo, a FASE ORAL. Neste período, que compreende dos 0 aos 3 anos aproximadamente, tem como zona erógena (determinadas partes do corpo onde o toque pode causar prazer) a BOCA.

Fase Oral

O primeiro contato que a criança estabelece com o mundo se dá pela boca, o prazer é proporcionado pela seio materno a medida em que se sacia sua fome. Em razão dessa relação, a medida que cresce leva outras coisas a boca, como os pezinhos, as mãozinhas, brinquedinhos e etc. Aos poucos vão tentando saborear outros objetos na tentativa de conhecer e descobrir melhor o mundo.

Esta fase está dividida em duas etapas: SUCÇÃO E MORDIDA.

A fase da Mordida se divide em RECEPTIVA e ORAL AGRESSIVA.

ORAL RECEPTIVA: Quando o bebê tem o seio em abundância, transformando-se em uma boa pessoa.
ORAL AGRESSIVA: A criança tenta vingar-se das frustrações que o período de amamentação lhe causou e tem uma tendência a odiar, destruir, ter ciúme e estar insatisfeito com as atenções e objetos que possui.

Quando a criança morde, ela está descobrindo um novo mundo e uma forma prazerosa de se expressar e se entender dentro dele. E, ao morder um amigo descobre novas sensações de prazer, como em ver o susto, a reação, o choro, entre outros. A partir dessa sensação agradável, ela tende a repetir o processo.

Um grande problema que presenciamos entre as famílias, são os pais brincando com os filhos usando a boca, dando pequenas mordidinhas na criança. Essas atitudes não são erradas, mas podem confundir a criança que reportam para outras crianças a mesma brincadeira, mas acabam machucando-as por não terem noção e controle de sua força. Temos que nos conscientizar que essas brincadeiras, aparentemente inofensivas, podem causar atitudes de agressividades na criança, que ainda não controla seus impulsos e não distinguem o certo e o errado.

Vale lembrar que é uma fase muito comum, em que todas as crianças irão passar. Então se seu filho é um mordedor ou aparece mordido pelos amigos, não se desespere, esta fase irá passar.

Agora é sua vez! Conte para nós suas experiências com as mordidinhas dos seus filhos aqui nos comentários. Não se esqueça de compartilhar com outros pais este artigo e transmitir para o máximo de pessoas essas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *